FIV grátis: existe? Onde tem? Como funciona?

Todo mundo que precisa se submeter a uma fertilização in vitro sabe: é preciso raspar todas as economias! Dificilmente sai por menos de R$10.000, entre exames, medicamentos, ultrassonografias e procedimentos médicos. E aí bate aquele desespero porque também todas sabemos que dinheiro não dá em árvore, né? Afinal, existe FIV grátis? Já vou acabar com o suspense: sim, existe FIV pelo SUS, o Sistema Único de Saúde. Mas é fácil? Não. A verdade é que não é.

Por isso, fui conversar com a Fernanda Murbach, advogada da DeFEMde, que é a Rede Feminista de Juristas, para entender essa história. “Atualmente não é qualquer hospital do SUS que faz o procedimento de fertilização in vitro, mas há a previsão que sejam destinados recursos financeiros para realização do procedimento, sim. Está na Portaria nº 3.149/12 do Ministério da Saúde”, explica ao Cadê Meu Neném?.

A complicação começa na localização: apenas 6 estados brasileiros contam com hospitais que oferecem FIV grátis. E aqui embaixo eu listo todos os locais indicados pela advogada. Para ir direto para os sites deles, é só clicar nos nomes.

 

Onde fazer FIV grátis?

Anote aí:

Hospital Maternoinfantil de Brasília (HMIB) – Brasília, DF.
* Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais – Belo Horizonte, MG.
* Hospital Nossa Senhora da Conceição SA Fêmina – Porto Alegre, RS.
* Hospital das Clínicas de Porto Alegre – Porto Alegre, RS.
* Hospital das Clínicas da FMUSP – São Paulo, SP.
* Hospital Pérola Byington – São Paulo, SP.
* Hospital das Clínicas FAEPA – Ribeirão Preto, SP.
* Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP) – Recife, PE.
* Maternidade Escola Januário Cicco – Natal, RN.

Como funciona a FIV grátis?

Isso varia de hospital para hospital, vale se informar nos sites acima ou mesmo pessoalmente. “Alguns hospitais cobrem a totalidade do tratamento e até os medicamentos. Mas sempre existem critérios, como o limite de idade, que normalmente é de 40 anos, e algumas exigências. O Pérola Byington, por exemplo, seleciona mulheres que não tenham histórico de algumas doenças, como diabetes e cardiopatias”, explica Fernanda. Ela diz ainda que, no caso do Pérola, o primeiro passo é pedir um encaminhamento em um posto de saúde para levar ao hospital.

É claro que a saúde pública no Brasil tem problemas que todas conhecemos: faltam profissionais, materiais, repasse de verba… e isso acaba atingindo também os programas de fertilização dos hospitais, mas vale brigar pelos seus direitos.

Mas se não tiver nenhum hospital que realiza FIV grátis pelo SUS na sua cidade, vale entrar na Justiça? “Sim, mas a chance de sucesso é pequena. A maioria dos julgados que eu li indicavam que a fertilização não representa risco à saúde e à vida, então os juízes entendiam que não era cabível, infelizmente”, explica a advogada. Ela conta que o ideal seria nossa sociedade enxergar o planejamento familiar a partir dos direitos reprodutivos da mulher, e isso inclui a possibilidade de tratamento de reprodução assistida.

E conclui: “imagine uma garota que sonha ser mãe, mas por N motivos da vida, seja por uma família com menos estrutura ou pela falta de recursos e informações, ela não pode naturalmente. Seria incrível se ela pudesse requerer uma fertilização pelo SUS. Porque aí ela contaria com o apoio de um psicólogo, de uma assistente social e de profissionais treinados para ajudá-la em tudo, desde a dúvida mais simples até os questionamentos mais complexos”.

Além do SUS, os planos de saúde também poderiam cobrir procedimentos de fertilização in vitro, mas não cobrem. Só que dessa briga você pode participar. Clique aqui para ver como e corra. Só temos um mês para conseguir mais de 17.000 assinaturas!

 

 

Foto: Flickr/ Pictures of Money

 

 

 


13 thoughts on “FIV grátis: existe? Onde tem? Como funciona?

  1. […] estava guardado. Depois de árduos sete anos, duas FIVs, uma inseminação artificial e mais uma FIV... cademeunenem.com.br/diario-17-de-marco-de-2018
  2. Silvana Fortunato Feliciano de oliveira Responder

    Gostaria de engravidar mas não tenho condições de arcar com as dispezas meu marido tem o sonho de ser pai é eu de aumentar minha família

    1. Pri Portugal Responder

      olá, querida Silvana, acredito que já tenha te respondido por e-mail. Bjinho

      1. Flavia Diana Santos Responder

        Boa noite, faço tratamento com um médico pelo convênio, eu e meu marido já fizemos todos os exames, não temos nada.
        Não sei mais o que fazer…
        Ele deu a sugestão de fertilização in vitro, mas não temos condição de arcar com um valor tão alto…O que posso fazer???

        1. Pri Portugal Responder

          Querida Flavia, antes de partir para uma caríssima FIV, eu buscaria outros especialistas, como endocrinologista (para examinar a fundo sua tireoide), urologista (para fazer uma análise completa do seu marido) e imunologista (veja essa matéria: http://www.cademeunenem.com.br/entrevistei-o-medico-causas-da-minha-infertilidade/). Quem sabe você não fecha seu diagnóstico e consegue engravidar naturalmente? Bjinho, Pri

  3. denize Responder

    gostaria tanto de conseguir , pois é o meu sonho e do meu esposo eu tenho 33 e meu esposo 23 penso que nao vou realizar esse sonho porque as condicoes nao da

    1. Pri Portugal Responder

      oi, Denize, qual seu diagnóstico? Não se conforme com a explicação de que “precisa ser FIV” se vc não sabe o que tem. Corra atrás de um diagnóstico ouvindo outros médicos. Sai mais barato e, se vc descobrir o que tem e tratar, pode até engravidar naturalmente. Bjinho, Pri

      1. Denize Responder

        Mas o meu motivo é que eu já fiz a laqueadura há 10 anos, tenho dois filhos mas me separei e Agora já tenho quatro anos que estou casada novamente,e o sonho de meu esposo é ter um filho e agora não posso mas , meus filhos já estão com 12 e15anos . Tenho muito arrependimento por ter feito a laqueadura , mas nunca ia imaginar isso. Agora não tenho condições para fazer a reversão e muito menos a five

        1. Pri Portugal Responder

          🙁 infelizmente seu caminho é tentar uma FIV pelo SUS mesmo. Você precisa procurar uma Unidade Básica de Saúde da sua cidade e se informar sobre como participar do processo de seleção. Estou na torcida. Bjinho

  4. Rozimery da silva bueno Responder

    Eu queria ser engravidar novamente o meu marido sonha em ser pai e o primeiro filho e não tenho condição de pagar

    1. Pri Portugal Responder

      oi, Rozimery, qual seu diagnóstico? Não se conforme com a explicação de que “precisa ser FIV” se vc não sabe o que tem. Corra atrás de um diagnóstico ouvindo outros médicos. Sai mais barato e, se vc descobrir o que tem e tratar, pode até engravidar naturalmente. Bjinho, Pri

  5. alesssandra carvalho fioranti Responder

    ola sou alessandra tenho 32 anos tenho dois filhos infelizmente fiz uma laqueadura;hoje me arrependi ,muito morro de vontade de engravidar novamente mas infelizmente nao tenho condiçoes financeira pra pagar uma fiv;sera que consigo fazer pelo sus sera que tenho chances de conseguir….

    1. Pri Portugal Responder

      oi, Alessandra, seja bem-vinda ao Cadê Meu Neném? Desejo que se sinta acolhida por aqui. Pelo que pesquisei, imagino que o SUS dê prioridade a mulheres que ainda não têm nenhum filho. Você já se perguntou por qual razão deseja engravidar novamente? Provavelmente, quando fez sua cirurgia você havia considerado todas as variantes e uma decisão séria como a laqueadura deve ter vindo de muita ponderação. Qual sua motivação para engravidar novamente hoje? Talvez uma autoanálise e uma lista de razões possa te levar a compreender porque voltou atrás e se realmente seria o caso de engravidar novamente. Fique bem. Beijinho, Pri.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *