Quarentena, isolamento e solidão no dia das mães

Eu sei. O dia das mães já é uma data de muita solidão para quem gostaria de ter seu filho nos braços. Por mais que a gente viva a benção de poder comemorar a data com nossa mãe, ainda falta aquele pedaço bem importante que a gente deseja tanto. Mas esse ano as coisas estão mais pesadas. Estão tristes. Estamos todos enclausurados, numa incerteza danada sobre o amanhã, com medo de ter uma doença que nem sempre se manifesta na forma de sintomas e, pior, pode contaminar quem mais amamos. Ou com o tratamento de FIV interrompido. Ou com o casamento e nossas relações familiares abaladas por questões políticas…

more “Quarentena, isolamento e solidão no dia das mães”

Obrigada por tudo, Bolotinha

“Existe uma Pri antes e outra depois do Bolotinha”, disse uma amiga que me conhece desde os meus 6 anos de idade. Ela sabe o que fala. Antes eu tinha medo de cachorros, eu não entendia o sofrimento de quem perdia seu bichinho de estimação – apesar do esforço de empatia – e eu era muito rígida com a casa: tudo deveria estar limpo, perfeito e no lugar. Depois que ele chegou, em setembro de 2009, quando eu e o marido ainda nos adaptávamos com uma casa nova, tudo mudou. E eu mudei.

more “Obrigada por tudo, Bolotinha”

Quando é que a gente fica pronta?

Hoje me peguei pensando no desmame do Raul, que faz 1 ano e 3 meses no próximo dia 22. Eu penso que o Raul é uma criança independente, ama comer e quase não procura mais o peito, pois temos momentos deliciosos juntos que vão muito além da amamentação (eu tenho o enorme privilégio de fazer home office), por isso imagino que a hora esteja chegando. Porque será bom para ele.

more “Quando é que a gente fica pronta?”

O tempo de cada um

Não, eu não vou falar aqui sobre o misterioso “tempo de Deus”, de que as pessoas tanto falam quando a gente fica angustiada porque não consegue engravidar. Até porque acredito que cada um tem sua fé e acho legítimo até não ter nenhuma depois de um grande sofrimento. Eu vou falar de outro tempo. O nosso.

more “O tempo de cada um”

2019 está acabando. Ainda bem?

“2013, o ano que insiste em não terminar”. Essa foi a minha lembrança do Facebook essa semana. Lembro bem o porquê. Eu tinha feito minha primeira fertilização in vitro e implantado dois embriões. E naquela semana peguei o resultado negativo do beta hcg. Como já contei aqui no diário, eu tinha expectativas irreais do sucesso de uma FIV e não fui nada acolhida pelo médico na época, uma combinação explosiva para a tristeza que me levou à frase acima. E a chorar diante do meu chefe no trabalho. E em vários dias que se seguiram a este acontecimento.

more “2019 está acabando. Ainda bem?”