Oi, preciso de você!

Oi, gente, hoje vim aqui só para pedir: Ajuda o Cadê? Eu preciso entender em qual direção o site vai seguir, do que vocês precisam, o que esperam, do que mais gostam, do que não gostam… é uma pesquisa rapidinha. Sim, não torce o nariz porque ela foi criada para durar 5 minutinhos. É só CLICAR AQUI e marcar as alternativas. Nem precisa escrever! Se o Cadê já te ajudou em algum momento, agora é a sua vez de ajudar o Cadê :coração:

Quarentena, isolamento e solidão no dia das mães

Eu sei. O dia das mães já é uma data de muita solidão para quem gostaria de ter seu filho nos braços. Por mais que a gente viva a benção de poder comemorar a data com nossa mãe, ainda falta aquele pedaço bem importante que a gente deseja tanto. Mas esse ano as coisas estão mais pesadas. Estão tristes. Estamos todos enclausurados, numa incerteza danada sobre o amanhã, com medo de ter uma doença que nem sempre se manifesta na forma de sintomas e, pior, pode contaminar quem mais amamos. Ou com o tratamento de FIV interrompido. Ou com o casamento e nossas relações familiares abaladas por questões políticas…

more “Quarentena, isolamento e solidão no dia das mães”

Gravidez química: quando o beta positivo não significa gravidez

Você já ouviu falar em gravidez química? Então imagine a cena. A menstruação atrasou. Você não quer criar falsas esperanças, então espera o aplicativo avisar que o atraso já passa de 10 dias. Sua menstruação nunca atrasou tanto. Certo, este é um bom motivo para pedir um delivery de farmácia com o teste de gravidez. O teste chega e, ainda mantendo uma aparente frieza, você espera até depois do almoço para fazer. Para surpresa total (ou não, afinal, você já tenta há muito tempo), o resultado é positivo. Calma. Respira. “Vamos manter a calma”, diz seu marido. “Vamos é correr para fazer o beta!”, você pensa. E lá vão os dois em direção ao laboratório com o coração na boca.

more “Gravidez química: quando o beta positivo não significa gravidez”

Obrigada por tudo, Bolotinha

“Existe uma Pri antes e outra depois do Bolotinha”, disse uma amiga que me conhece desde os meus 6 anos de idade. Ela sabe o que fala. Antes eu tinha medo de cachorros, eu não entendia o sofrimento de quem perdia seu bichinho de estimação – apesar do esforço de empatia – e eu era muito rígida com a casa: tudo deveria estar limpo, perfeito e no lugar. Depois que ele chegou, em setembro de 2009, quando eu e o marido ainda nos adaptávamos com uma casa nova, tudo mudou. E eu mudei.

more “Obrigada por tudo, Bolotinha”

Já investigou trombofilia como causa de infertilidade ou perdas?

Hoje meu post abre com uma pergunta bem séria: você já investigou trombofilia como causa de infertilidade ou perdas? Dia desses estava vendo um Stories do @dr.rodrigorosa no Instagram e ele contava que uma parte considerável das perdas espontâneas é causada por trombofilia. Se vocês estão por aqui faz tempo, também conhecem minha história e já leram essa entrevista que fiz com o médico que diagnosticou minhas questões autoimunes e me curou, o dr. Ricardo.

more “Já investigou trombofilia como causa de infertilidade ou perdas?”

Quando é que a gente fica pronta?

Hoje me peguei pensando no desmame do Raul, que faz 1 ano e 3 meses no próximo dia 22. Eu penso que o Raul é uma criança independente, ama comer e quase não procura mais o peito, pois temos momentos deliciosos juntos que vão muito além da amamentação (eu tenho o enorme privilégio de fazer home office), por isso imagino que a hora esteja chegando. Porque será bom para ele.

more “Quando é que a gente fica pronta?”

Você sabe o que faz uma doula de adoção?

Você sabe que existe uma profissional chamada doula de adoção? Eu confesso que não sabia. Como já contei aqui no diário, eu e meu marido somos habilitados para adoção e lembro que todo o processo – decidir que era isso mesmo que queríamos, buscar informações, correr atrás dos documentos, nos inscrever para fazer o curso no Fórum mais próximo da nossa casa, buscar atestado médico, grupo de apoio e, finalmente, preencher a temida ficha – foi muito difícil. Parecíamos estar caminhando no escuro. E olha que temos pessoas muito próximas que adotaram e que nos apoiaram muito e ajudaram com informações.

more “Você sabe o que faz uma doula de adoção?”