20 de junho de 2016

Querido diário,

sabe o luto? Quando você perde alguém que amava muito e precisa passar por um período de recolhimento, por alguns dias – ou meses ou anos – tentando entender aquela dor, e depois conviver com ela para, por fim, sobreviver apesar dela e seguir em frente? more “20 de junho de 2016”

“Aprendi a ressignificar a dor de 5 perdas espontâneas e hoje sou realizada como mãe desses anjos e de uma pré-adolescente”

“Dois anos depois de casada, comecei a tentar engravidar e achei que seria rápido, mas estava enganada. Foram 33 meses de tentativas, frustrações e um luto mensal por algo que eu nunca tinha vivido. Era um sentimento bem doído, mesmo. Neste tempo, eu e meu marido fizemos alguns exames simples, que nada detectaram. more ““Aprendi a ressignificar a dor de 5 perdas espontâneas e hoje sou realizada como mãe desses anjos e de uma pré-adolescente””

Como foi o 1º encontro de apoio e acolhimento à infertilidade Cadê Meu Neném?

Aconteceu sábado o 1º encontro de apoio e acolhimento à infertilidade Cadê Meu Neném?, para mulheres. Éramos poucas, mas ficamos próximas. Em uma manhã paulistana ensolarada, trocamos confidências, meditamos, nos abraçamos, comemos um bolinho que adoçou o coração e, ao final, nos abraçamos. more “Como foi o 1º encontro de apoio e acolhimento à infertilidade Cadê Meu Neném?”

19 de junho de 2016

Hoje vamos a um grupo de apoio a adotantes e esperamos nos sentir menos sozinhos nesta jornada da adoção. Estamos com o coração apreensivo.