Ainda bem: tem dias em que só a gratidão salva*

Por mais que tudo pareça muito difícil, vale dedicar um tempinho pensando nos motivos da sua gratidão. Eu fiz um exercício:

Uma amiga de infância ressurgiu na minha vida depois que o site foi ao ar. Fiz novas amizades depois de colher depoimentos para o Cadê Meu Neném?. Ainda tem um pouquinho da deliciosa torta de maracujá da minha prima na geladeira. Vou poder festejar os 80 anos do meu avô junto dele e de toda a nossa família. Comecei o terceiro livro da “tetralogia” da Elena Ferrante.

Meu pai está encantado e divide com a gente o passo a passo da reforma de um carro antigo. Uma amiga voltou a surfar. Um amigo está preparando a festa de 5 anos da sua filhinha. Faltam 16 dias para as férias. Eu e meu marido vamos aprender a esquiar (reza a lenda). Comecei a fazer balé clássico, um sonho frustrado de infância. Uma amiga foi homenageada como paraninfa pela turma da faculdade em que dá aula. Outro amigo ganhou uma viagem para a Disney da empresa onde trabalha. Outra amiga está prestes a aprontar as malas e mudar completamente de vida. Meu irmão está realizado no trabalho e, da forma dele, melhorando o mundo. Uma amiga resolveu fazer curso de doula.

O filme sobre o maestro João Carlos Martins (que eu tenho o orgulho de ter entrevistado esse ano, como você pode ver na foto aqui acima) está em cartaz nos cinemas. Amanhã é sexta-feira. O Evaristo Costa doou suas gravatas para serem leiloadas em prol do Grupo de Apoio à Criança com Câncer. Minha mãe aprendeu a usar o FaceTime. A revista de beleza Allure trouxe a atriz Helen Mirren, de 72 anos, na capa. Meu cachorro está aqui do lado balançando o rabinho e pedindo um pedaço de banana. Ainda bem.

 

*Esse post foi inspirado por esse artigo-poema lindo demais, da Bruna Waitman, que alguém compartilhou no meu Facebook. Resolvi criar minha versão porque, de notícia ruim, o mundo está cheio. Quando chove, a gente fica triste e essa vida de quase-mães nem sempre é fácil como a gente faz parecer. Mas sempre há vários motivos para agradecer. Quais são as principais razões da sua gratidão hoje?

 


One thought on “Ainda bem: tem dias em que só a gratidão salva*

  1. […] Passard esteve no Brasil e eu pude conversar com ele para um dos meus Jobs (já comentei aqui que am... cademeunenem.com.br/tenha-propria-horta-em-casa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *