Não consigo engravidar, e agora? Como vencer os seus medos

São muitos os temores de quem tenta engravidar e não consegue: o de ter uma doença não diagnosticada, o de viver o fim do casamento, o de não poder dar netos para seus pais, o de nunca conseguir superar a infertilidade, o de envelhecer sozinha… mas você sabe como vencer os seus medos?

A gente conversou com a Andrea Korps, psicóloga há 20 anos e com experiência na área de psicodrama há 15. A Andrea criou uma vivência chamada de “Cena Temida” e desenvolveu um método muito bacana. Aqui nessa entrevista ela conta mais:

Cadê Meu Neném?: Como funciona a cena temida e qual a principal função dela?

Andrea Korps: A principal função dela é ajudar a pessoa a vencer os seus medos. Funciona assim: um grupo que tem de 7 a 20 pessoas se reúne para uma vivência psicodramática que acontece em três etapas e dura cerca de duas horas. Eu, como diretora dessa vivência, peço que as pessoas exponham suas cenas temidas, ou seja, seus maiores medos. A partir daí, vamos trabalhando.

CMN: Como isso poderia ajudar quem deseja engravidar, mas não consegue?

Andrea: Imagine que seu maior medo é não ter filhos. Eu recrio esse cenário com os participantes da vivência, eles dramatizam as cenas possíveis dentro dessa situação. A “Cena Temida” é como se fosse um laboratório: é um lugar protegido, onde você vive seus medos acompanhada de uma pessoa especializada em emoções e em psicodrama. Você vivencia sua cena temida – no caso, não ter filhos –, mas enquanto isso é cuidada e amparada. Assim, pode se permitir olhar o futuro e treinar reações para caso aquilo aconteça.

CMN: Então a gente vai visualizar um futuro sem filhos, por exemplo…

Andrea: Exatamente. Essa dramatização oferece recursos para a pessoa olhar para a mesma cena com outros olhos. A gente trabalha também com inversão de papéis, conduzo a pessoa para se colocar no lugar de outros personagens da cena, como o marido, ou seus pais, para ela experimentar e ampliar sua visão sobre aquela questão. Olhar de fora traz uma nova percepção. Minha ideia é contribuir para que a pessoa se veja de um jeito diferente e busque novas respostas. Não adianta eu dar conselhos, pois o paciente precisa ver se aquilo faz sentido para ele ou não. Afinal, cada um é protagonista da própria história.

 

Cena Temida - psicóloga Andrea Korps

Já imaginou vencer os seus medos? A Andrea oferece essas vivências toda última sexta-feira do mês, na cidade de São Paulo. Para fazer sua inscrição gratuita, visite a página dela no Facebook, nesse link aqui.

 

 

 

Foto: Flickr/ muffinn


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.