Milton Nascimento e a adoção

Na última sexta-feira, o cantor e compositor Milton Nascimento foi um dos convidados do programa Conversa com Bial, que passa na TV Globo. Eu confesso que não assisti porque não aguento acordada até tão tarde, mas uma amiga me contou que ficou emocionada quando ele falou sobre adoção.

Foi de maneira surpreendente, quase ao final do programa, quando Bial perguntou ao cantor sobre o que ele gostaria de falar se voltasse lá e ele respondeu: sobre adoção. Além de ter o Augusto, seu filho que chegou por meio da adoção, Milton também foi adotado. Bial ficou emocionado. Eu também. E fui atrás de mais informações.

Descobri que o Milton Nascimento nasceu em uma comunidade da Tijuca, no Rio de Janeiro. Sua mãe biológica era a empregada doméstica Maria do Carmo do Nascimento, abandonada grávida por seu primeiro namorado e demitida pelos patrões. Ela criava Milton com ajuda de sua mãe viúva, também empregada doméstica, mas entrou em depressão e morreu de tuberculose antes de Milton completar dois anos.

Achei essa entrevista aqui no Encontro da Fátima Bernardes, onde ele conta o restante da história de sua adoção.

“Quando era bem pequeno, eu morava na casa da minha madrinha, a Lilian, e era apaixonado pela família toda. Quando minha mãe morreu, me mandaram para Juiz de Fora. Lembro que eu ficava esperando um carro verde vir me buscar todos os dias. Certa vez, estava na porta de casa e vi o carro. A porta se abriu e saiu essa que virou minha mãe, a Lilian. Ela viu que eu ia cair e machucar a cabeça na pedra, então, desceu do carro correndo, me segurou e entrou na casa da minha avó dizendo: ‘a gente quer adotar o Bituca’. Minha vó disse: ‘vocês amam ele e ele ama vocês. Então podem levar’. Eu não podia viver sem aquele pessoal e foi um negócio divino. De longe, minha mãe já sabia o que eu estava sentindo”, contou.

Taí uma linda história de adoção <3. Quer mais? Leia essa aqui e essa aqui.

 

Foto: Cortesia: Patricia Stavis (veja mais sobre o trabalho dela aqui)


Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *