“Me submeti a uma laqueadura nas trompas e, quando quis reverter, não deu certo. Desde então, tento engravidar e o tempo tem sido cruel”

“Quero ser mãe novamente. Digo novamente porque tenho três filhos do meu primeiro casamento. Quando entrei em processo de separação, resolvi fazer uma laqueadura nas trompas. Mas em 2007 me casei novamente e meu atual marido não tem filhos.

Então, em outubro de 2008 me submeti a uma recanalização tubária para reverter a laqueadura. Primeiro, fiz uma videolaparoscopia para saber se eu ainda tinha as trompas. Foi constatado que sim. Depois, fiz uma espécie de cesariana para a recanalização. Não deu certo na trompa direita, que foi furada várias vezes pela obstetra que fez o parto do meu filho. A esquerda recanalizou.

Na sequência, fiz uma histerossalpingografia, onde tive um tratamento desumano: saí carregada da sala de radiografia de tanta cólica. E no final, descobri uma obstrução no finalzinho da trompa esquerda, que impede uma gravidez natural.

Fui a vários médicos, em Campos dos Goytacazes, São Paulo, Rio de Janeiro… Desde então eu tento engravidar e me sinto como uma mulher estéril e ansiosa. Hoje, estou com 44 anos e minhas chances diminuíram. O tempo não espera, ele é cruel.

Cada ano que passa, aumenta a ansiedade. Acompanho meu ovário, se estou ovulando corretamente, quantos óvulos… tenho um calendário no banheiro com cada menstruação e os dias de duração. Guardo todos os calendários dos últimos anos. Cada menstruação é um misto de tristeza e alegria. Tristeza por não estar grávida e alegria porque ainda tenho esperança, ainda tenho ciclos normais. Mas vou tentar até o último minuto porque eu quero ser mãe novamente!

Recentemente, ouvi falar no Projeto Beta em São Paulo e vou tentar fertilização in vitro. Fiz todos os exames e está tudo certo. Agora é organizar a parte financeira. Tenho pretensão de fertilizar em novembro deste ano. Dar um filho para o meu marido é uma questão de honra. Vou esgotar todas as possibilidades”.

 

Eliane Alexandre, 44 anos, mãe de Mayara, 25 anos, Samara, 24 e Wilson, 21


2 thoughts on ““Me submeti a uma laqueadura nas trompas e, quando quis reverter, não deu certo. Desde então, tento engravidar e o tempo tem sido cruel”

  1. Jaqueline Santos Garcia Responder

    Você já ouviu falar do médico chamado André Vaz em Niterói – RJ ?
    Ele tem uma técnica para desobstruir trompas ele também é um médico especializado em Recanalização de trompas acho que você deve tentar uma consulta com ele tenho certeza que ele vai te ajudar .

    1. Pri Portugal Responder

      Ótima lembrança, Jaque. Dei uma longa entrevista com o dr. André aqui: http://www.cademeunenem.com.br/trompas-de-falopio-na-reproducao-1/
      Bjinho, Pri

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *