Tudo o que podia, eu fiz. E não está mais nas minhas mãos

18h33. Meu coração parece querer pular para fora da boca. Não me ligaram hoje do laboratório. Me parece um ótimo sinal, pois a transferência do embrião (sim, só me restou um), um blastocisto de 5 dias, está agendada para amanhã de manhã. Ou seja, se alguma coisa tivesse dado errado, teriam me avisado.

Amanhã, às 10h30, meu pré-bebê vai ser colocado na minha barriga. Começo a dar risada quando penso que, quando meu filho perguntar como foi parar na barriga da mamãe, vou dizer “o médico colocou a sementinha lá dentro”. E não será mentira.

Na sequência, rezo para esse sonho finalmente se realizar. Rezo. Porque não me resta mais nada a fazer. Tudo o que podia, eu fiz. E não está mais nas minhas mãos.

Quer ver o que aconteceu semana passada? Clique aqui.

*Texto escrito em 7 de março e postado com atraso por motivos de falta de tempo.

Foto: Flickr/ Cxelf


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.