Pesquisa: mulheres que trabalham à noite e carregam peso têm menos óvulos maduros

Você se preocupa com a saúde dos seus óvulos? Uma pesquisa conduzida na Escola de Saúde Pública na Universidade americana Harvard por sete pesquisadores estudou 473 mulheres para analisar seu estoque ovariano e sua resposta ovariana e a conclusão deles pode ser uma luz para quem está de olho nos resultados como o do exame anti-mulleriano*.

Eles investigaram durante nove anos as relações entre trabalho e a reserva de óvulos. Eles analisaram os prontuários de médicos especializados em reprodução e fizeram questionários com as pacientes. O resultado? Mulheres que carregavam peso durante o trabalho apresentaram menos óvulos e menos óvulos maduros se comparadas às que não carregavam. Detalhe: a diferença era ainda mais marcante entre as mulheres com mais de 37 anos.

Outra comparação foi feita entre mulheres que trabalham à noite e de dia. As primeiras produzem 2,3 vezes menos óvulos maduros que as trabalhadoras noturnas. É claro que o campo de pesquisa era bem restrito: eram menos de 500 pessoas pesquisadas, mas é um indicativo, principalmente vindo de uma instituição tão séria. Vale ficar de olho.

Se quiser ver o estudo inteiro, em inglês, ele está aqui neste link.

 

 

 

*O exame anti-mulleriano mostra como está nosso estoque ovariano. Ao contrário dos homens, que produzem espermatozoides ao longo da vida toda, nós mulheres já chegamos ao mundo com um número determinado de folículos e ele vai se esgotando ao longo da vida. Leia mais sobre tudo isso aqui.

 

Foto: Flickr/John Haslam

 

 

 

 


2 thoughts on “Pesquisa: mulheres que trabalham à noite e carregam peso têm menos óvulos maduros

  1. Su Responder

    Muito interessante essa pesquisa.
    Só fiquei com uma dúvida: carregar peso na academia também dá o mesmo efeito, certo? Então, acabou-se a musculação.

    1. Pri Portugal Responder

      Segundo essa pesquisa, sim, Su…

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.